Candidatura aberta: Eficiência Energética em Edifícios de Serviços!

O apoio à Eficiência Energética em Edifícios de Serviços financia medidas que fomentem a eficiência energética e a produção de energia de fontes renováveis em regime de autoconsumo, contribuindo para a melhoria do desempenho energético e ambiental dos edifícios de serviços.

  Beneficiários:

Pessoas coletivas e singulares proprietários de edifícios de comércio e serviços situados em Portugal Continental, que exerçam atividade comercial nesse edifício, incluindo as entidades que atuam na área do Turismo e as entidades da Economia Social.

  Tipologias de investimentos elegíveis:

Envolvente opaca e envidraçada: 

  • Substituição de vãos envidraçados (janelas e portas) por mais eficientes;
  • Intervenções para incorporação de soluções de arquitetura bioclimática, como sombreamentos, estufas e coberturas ou fachadas verdes;
  • Aplicação ou substituição de isolamento térmico em coberturas, paredes ou pavimentos, bem como a substituição de portas de entrada;
  • Instalação de sistemas que promovam a ventilação natural do ar interior e/ou a iluminação natural.

Intervenção em sistemas técnicos:

  • Ações que visem a otimização dos gases fluorados nos sistemas existentes de climatização e/ou AQS (água quente sanitária);
  • Instalação ou substituição de permutadores de calor para aproveitamento da temperatura da água de retorno;
  • Instalação ou substituição de sistemas de AVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado) e/ou AQ (águas quentes);
  • Instalação e/ou melhoria ao nível dos isolamentos térmicos nos sistemas de produção;
  • Ações em sistemas de iluminação interior e exterior;
  • Implementação de sistemas ou outras soluções que contribuam para a redução do consumo de energia primária (variadores eletrónicos de velocidade, motores de elevado rendimento, entre outros);
  • Instalação de soluções de gestão de energia, como sensores (movimento, presença, crepusculares, etc.), reguladores de fluxo luminoso, entre outros.

Produção de energia com base em fontes de energia renováveis para autoconsumo:

  • Instalação de sistemas de produção de energia elétrica para autoconsumo, através de fontes renováveis com e sem armazenamento de energia;
  • Instalação e/ou substituição de Bombas de calor, Sistemas solares térmicos e Caldeiras e/ou recuperadores de calor a biomassa.

Eficiência Hídrica:

  • Substituição de dispositivos de uso de água por outros mais eficientes, incluindo intervenções para a redução de perdas de água;
  • Instalação de sistemas de aproveitamento de águas pluviais;
  • Implementação de soluções que visem a monitorização e controlo inteligente do consumo de água.

Ações Imateriais:

  • Auditorias energéticas e emissão de Certificados Energéticos;
  • Ações de consultoria/auditoria em eficiência energética.

  Condições para execução do projeto:

  • As medidas a apoiar terão de garantir, em média, 30% de redução do consumo de energia primária nos edifícios intervencionados e/ou contribuir para a redução em 20% do consumo de água de abastecimento nesses edifícios;
  • Apresentar uma auditoria energética, conduzida no âmbito do Sistema de Certificação de Edifícios, realizada ao(s) edifício(s) existente(s), na fase inicial (ex-ante), antes de qualquer intervenção.

   Características do Financiamento:

Os apoios públicos assumem a forma de subsídios não reembolsáveis (a fundo perdido), até 70% do investimento elegível, com uma dotação máxima de 200.000,00€ por beneficiário.

  As candidaturas decorrem até ao dia 31 de maio de 2022.

Este apoio interessou-lhe?

Conte connosco!  A nossa equipa irá apoiá-lo nesta candidatura. Contacte-nos!